sábado, 15 de outubro de 2016

Morar na Austrália Com Restrições Adicionais


O governo australiano formou um grupo de especialistas e nominou-os como Comissão de Produtividade com o propósito de estudar e apresentar sugestões de melhorias em relação ao programa de imigração aos profissionais qualificados (“General Skilled Migration programme”-GSM). Como poderão constatar pelas propostas feitas morar na Austrália poderá ter restrições adicionais. Com total exclusividade na mídia nacional a M.Quality apresenta abaixo as mais significativas mudanças propostas em relação ao mais importante programa de imigração para a Austrália.

Diminuição da Idade Limite

Muitos dos que estão planejando morar na Austrália através do programa de imigração para a Austrália como profissional qualificado (GSM) já sabem que a idade limite é 50 anos. A comissão recomendou ao governo australiano que deveria considerar um decréscimo deste limite de idade para os vistos permanentes.

Uso da  lista de profissões SOL (“Skilled Occupations List”) como padrão

A comissão sugeriu ao governo australiano que utilize a lista SOL como a única para determinar os requisitos de qualificação para os diferentes usos do programa imigração permanente para a Austrália como profissional qualificado, inclusive para aqueles que utilizam o visto de residência temporária de com o propósito de morar na Austrália.

Solicitante solteiro(a) poderá obter a pontuação máxima

A comissão acredita se você  vem morar na Austrália e não possue dependentes e cônjuge, o governo australiano deveria dar-lhe a pontuação máxima. Ou seja, esta perda de pontos poderá ser uma séria restrição adicional para aqueles que não se encontram nesta situação marital.

Solicitante com cônjuge qualificado(a) poderá ter  pontos extras

No entanto a comissão diz que o governo australiano deveria aumentar significativamente, até um determinado limite máximo, os pontos que contribuem a situação do solicitante principal no programa de imigração para a Austrália de acordo com as qualificações escolares e profissionais do cônjuge e dependentes maiores de 18 anos. Em outras palavras, se você possue cônjuge e dependentes maiores de 18 anos a preferência será que os mesmos estejam habilitados e capacitados a contribuir com a economia australiana desde o primeiro dia de moradia na Austrália.

Agilizar o sistema de pontos  para todos os caminhos de solicitações de visto permanente dentro do GSM

Comissão recomendou que o governo australiano adote um sistema de pontos comum para todos os interessados em morar na Austrália através do programa de imigração permanente para a Austrália como profissional qualificado (GSM). Esta medida se adotada pelo governo  terá o potencial de eliminar algumas significativas vantagens que algumas classes de vistos oferecem hoje dentro do programa de imigração permanente para a Austrália.

Avaliar  o nível de conhecimento de inglês de todos na família

Sob o plano da Comissão, cônjuges e filhos adultos devem ser avaliados em sua capacidade  de entender o inglês, habilidades de trabalho, idade e escolaridade, além das avaliações feitas atualmente aos solicitantes principais nos  propósitos de morar na Austrália através do programa de imigração permanente para a Austrália como profissional qualificado (GSM). Novamente se você possue cônjuge e dependentes maiores de 18 anos a preferência será que os mesmos estejam habilitados e capacitados a contribuir com a economia australiana desde o primeiro dia de moradia na Austrália.

Serei afetado? O que fazer?

As mudanças propostas pela Comissão de Produtividade ainda não se efetivaram e nem mesmo sabemos no momento se irão efetiva-las todas ou parcialmente. No entanto se qualquer uma delas trouxer algum grau de preocupação nos seus planos de morar na Austrália através do programa de imigração permanente para a Austrália, recomendamos que agora se faz mais do que necessário que procure um auxílio profissional para descobrir se estará elegível a algum plano B no caso em que a adoção de qualquer uma destas propostas seja oficializada pelo governo australiano.

Vou apenas fazer intercâmbio na Austrália. Isto poderá afetar meus planos?

Se você está planejando fazer um intercâmbio para Austrália para posteriormente morar na Austrália através do programa de imigração permanente para a Austrália, recomendamos que junte-se nós para não ser pego de surpresa no final de seu curso.

Não adie mais os seus planos de Austrália

Esperamos que nenhuma mudanças propostas pela Comissão de Produtividade sejam aceitas pelo governo australiano. Mas o fato é que foi o próprio governo australiano que criou a comissão e pagou para que tais estudos fossem realizados.
Para descobrir com certeza se é elegível nos propósitos de morar na Austrália através do programa de imigração permanente para a Austrália como profissional qualificado, basta apenas que  contrate uma análise imigratória, a qual dará-lhe como bônus uma entrevista imigratória de 60 ou 90 minutos via Skype conosco para explicarmos em detalhes, desde que consideremos elegível, de como funcionará este plano em suas circunstâncias particulares.

Também oferecemos esclarecimentos de nossos serviços gratuitamente. Isto significa que ao preencher o formulário no site, sendo elegível a uma das categorias do visto australiano, você receberá o nosso convite via e-mail para assistir GRATUITAMENTE o nosso vídeo, "Elegibilidade e Agora?", onde explicaremos o escopo dos nossos trabalhos e os seus próximos passos para realizar o seu sonho de Austrália. Este serviço de esclarecimento GRATUITO será o seu primeiro e importante passo para os propósitos de morar na Austrália através do programa de imigração permanente para a Austrália como profissional qualificado.


Portanto se estiver contemplando a decisão correta recomendamos que sempre procure uma orientação imigratória profissional ou consular, sabendo-se que a profissional não será nem mesmo 5% do que já estará investindo mas o potencial da economia a ser feito é de 100% ou mais. Reflita nisto.

Até a próxima!
MaCson Queiroz JP
Registered Migration Agent # 0105673
Postar um comentário