domingo, 11 de março de 2012

NOVAS LEIS DO GOVERNO AUSTRALIANO BENEFICIAM BRASILEIROS


O ministro australiano de imigração e cidadania, Chris Bowen, anunciou recentemente que o governo ira reduzir a burocracia para os empresários australianos empenhados na contratação de mão-de-obra internacional em simplificando os critérios utilizados no programa do visto permanente patrocinado pelo empregador.

"O governo vai estabelecer um caminho acelerado, a partir da subclasse de visto temporária (NR:conhecida como '457') para o visto de residência permanente sob o programa de vistos patrocinado pelo empregador, permitindo que os profissionais qualificados para se estabeleçam e trabalhem nas áreas regionais e metropolitanas da Austrália", disse o Sr Bowen.

"Estas reformas tornarão mais fácil para as empresas e aos potenciais profissionais para navegar pelo programa de visto permanente patrocinado pelo empregador, assegurando a integridade do nosso sistema de vistos."

De acordo com o brasileiro nato e agente de imigração licenciado pelo governo australiano, MaCson Queiroz JP, as mudanças vão "abrir oportunidades para muitas famílias brasileiras". "A boa notícia aqui é que o limite de idade para tornar-se elegível a alguns destes vistos foi aumentado de 45 para 49 anos", disse Queiroz.

Estas mudanças não irão somente favorecer os profissionais que já estão na Austrália mas também abrirão as portas para trabalhadores qualificados brasileiros aguardando uma segunda chance como esta em suas respectivas carreiras profissionais. "Para os trabalhadores no Brasil em seus 40 anos a opção de sair com um visto temporário 457 é agora muito mais atraente como o caminho para a residência permanente está disponível até a idade de 49 anos.

"Como exemplo, um mecânico de 44 anos de idade, com alguns anos de experiência, mas sem nenhuma qualificação formal pode ser patrocinado com um visto de 457. Então, após dois anos de emprego na Austrália com o visto 457, aos 46 anos, pode, sob as novas regras, ser nomeado pelo empregador para a residência permanente, sem a necessidade da avaliação de suas habilidades. Lembrando-se que o salario médio no setor de mineração, por exemplo, e' de R$19 mil ao mês!

"No sistema antigo, este mecânico provavelmente teria que permanecer no visto de residência temporária." "Há também uma mudança positiva para as regras de isenção de idade, o que permitirá que mais de 50 anos de idade para solicitar o visto permanente, desde que já estejam com o visto 457 por 4 anos e ganhando o minimo estipulado pelo governo, ou seja, e' uma boa notícia para o idoso executivo em muitas áreas profissionais. "

Ao introduzir as mudanças, o ministro da Imigração Chris Bowen reiterou a enorme contribuição dos imigrantes qualificados fazem a economia australiana.

"Imigrantes qualificados trazem grandes benefícios... em termos de contribuição para o crescimento econômico e na compensação aos impactos do envelhecimento da população", disse Bowen.
Postar um comentário